Povo Solidário: galinhada beneficente arrecada R$ 5,6 mil para ajudar jovem que foi agredido a tijoladas

Um ato solidário organizado por amigas de um grupo de WhatsApp denominado de “As Informadas”, vai auxiliar a família do jovem Kenner Luiz dos Reis Tolentino -“Kennin”, 23 anos, que foi agredido com tijoladas e ficou com sequelas –.

A mãe dele precisou largar o emprego para cuidar do filho, o valor  arrecadado vai auxiliar nas despesas do dia-a-dia.

As amigas organizaram uma galinhada beneficente no Salão Dionísio Garcia “Vicentinos” no bairro Saltador em Presidente Olegário. O evento mobilizou centenas de pessoas que doaram alimentos e adquiriram o marmitex.

Devido a pandemia da Covid-19 o evento foi realizado somente no sistema delivery e com retirada no local. A ação que aconteceu neste mês fez efeito, a campanha espalhou nas redes sociais e imprensa local,  com uma  arrecadação de R$ 5,660 em dinheiro.

--- Continua depois da publicidade ---

Agressão

Kenner Luiz dos Reis Tolentino “Kennin”, foi agredido no dia 22 de agosto de 2020, com pedaços de tijolos no bairro Santa Bárbara em Presidente Olegário.

Na época a Polícia Militar (PM), recebeu uma ligação que tinha uma pessoa caída ao solo no bairro Santa Bárbara. Os militares encontraram o jovem com ferimentos e sangramento na cabeça e havia pedaços de tijolo sob sua cabeça.

Uma ambulância do Hospital Municipal Darci José Fernandes socorreu o jovem até a unidade de Saúde e posteriormente ele foi transferido para o Hospital Regional Antônio Dias na cidade de Patos de Minas. O jovem passou por cirurgia e ficou com sequelas devido a agressão na cabeça e encontra-se acamado desde então.

Indiciados

Segundo o delegado da Polícia Civil, Dr. Vinícius Volf Vaz, os autores foram identificados e o enviado para a Comarca de Presidente Olegário, dois suspeitos foram indiciados por tentativa de homicídio.

Leia mais:

Amigas fazem galinhada beneficente para ajudar custear despesas de jovem que foi agredido

Jovem é encontrado caído no bairro Santa Bárbara com ferimentos na cabeça, diz PM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cofe