Polícia Civil prende suspeitos de deixar jovem paraplégico no bairro Aeroporto

Cinquenta dias após o crime, a Polícia Civil prendeu na manhã desta quarta-feira (28) o suspeito de deixar um jovem sem o movimento das pernas no bairro Aeroporto em Presidente Olegário. Os suspeitos, 19 de  anos, foram preso no bairro Saltador.

Segundo o delegado Dr. Vinicius Volf Vaz, os suspeitos ficaram presos no presídio e vão responder por tentativa de homicídio duplamente qualificado.

A vítima é Wesley Jhonata Braga Dorneles, 20 anos. Segundo a polícia, na tarde de 2 de fevereiro, o suspeito disparou contra a vítima na Avenida Antônio Araújo, bairro Aeroporto. Foram vários disparos e uma acertou o ombro esquerdo e ficou alojada na coluna de Wesley.

Ele foi transferido para o Hospital Regional Antônio Dias onde passou por cirurgia. A informação da Polícia Civil é que a vítima ficou paraplégica com o disparo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O delegado Dr. Vinicius Volf Vaz disse nesta quarta-feira (28), a polícia cumpriu mandato de busca e apreensão no bairro Saltador e prendeu Caio César de Jesus Gonçalves, 19 anos, ele juntamente com  Fabrício Pereira Soares, 19 anos, foram os autores dos disparos contra a vítima. Fabrício já se encontrava preso desde sexta-feira (23)

Ainda de acordo com Dr. Vinicius Volf Vaz, o motivo do crime foi motivado por uma fotografia que a vítima teria tirado com um desafeto de Fabrício em uma rede social.

Caio é considerado de alta periculosidade e é apontado como suspeito de outras 2 tentativas de homicídio e 1 uma tentativa de roubo em Brasilândia de Minas.

Já Fabrício tem passagem por por tentativa de homicídio, tráfico ilícito de drogas e associação para o tráfico de drogas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *