Nenhum caso de dengue é confirmado em Presidente Olegário em janeiro, diz setor de Endemias

"Apesar do risco baixo o setor e a população não podem baixar a guarda, dengue mata", disse o coordenador Valdison Oliveira.

A setor de Endemias da Secretaria de Saúde de Presidente Olegário, divulgou nesta segunda-feira (3) o resultado do último Levantamento de Índice Rápido do Aedes aegypti (LIRAa) no município. O índice geral ficou em 0,6%, o que representa baixo risco.

Os agentes de Endemias visitaram 673 imóveis no município, os depósitos positivos para Aedes foram 100% de bebedouros de animais, o índice de infestação ficou em 0.6%, o que representa risco baixo de acordo com o Ministério da Saúde.

No mês de janeiro e nestes três dias de fevereiro, não foi registrado nenhum caso de dengue no município de Presidente Olegário. Em janeiro de 2019, foram 3 casos e em fevereiro 24 casos, em todo o ano passador o município teve 770 casos confirmados de dengue.

Segundo o coordenador do Setor de Endemias, Valdison Oliveira, apesar do risco baixo o setor e a população não podem baixar a guarda no combate ao mosquito Aedes Aegypti, a dengue mata.

De acordo com Valdison Oliveira, o não registro da doença é devido a maior responsabilidade da população e o comprometimento do setor público.

“Os agentes de Endemias trabalham incansavelmente fazendo visitas e orientando, para que se possa chegar a esse resultado, mesmo no período chuvoso, pedimos que a população continue engajada para que se possa evitar o máximo o aparecimento de casos positivos” comentou o coordenador Valdison Oliveira.

Ainda segundo Valdison Oliveira o setor de Endemias continuará fazendo as visitas domiciliares periodicamente em pontos estratégicos quinzenalmente, além de fazer na cidade um bloqueio com minigerador, para matar o mosquito na sua forma adulta.

Prevenção em casa

  • Mantenha o terreno de casa sempre limpo e livre de materiais ou entulhos que possam ser criadouros;
  • Tampe os tonéis e caixas d’água;
  • Mantenha as calhas sempre limpas;
  • Deixe garrafas sempre viradas com a boca para baixo;
  • Mantenha lixeiras bem tampadas;
  • Deixe ralos limpos e com aplicação de tela;
  • Limpe semanalmente ou preencha pratos de vasos de plantas com areia;
  • Limpe com escova ou bucha os potes de água para animais;
  • Limpe todos os acessórios de decoração que ficam fora de casa e evite o acúmulo de água em pneus e calhas sujas, por exemplo;
  • Retire água acumulada na área de serviço;
  • Coloque areia nos vasos de plantas, dentre outros.

Qualquer den̼ncia de criadouro pode ser feita no telefone 34 3811 Р01 41 Setor de Endemias ou no 34 3811- 01 30 na Vigil̢ncia em Sa̼de.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Leia Também

POHoje - Todos os direitos reservados - Desenvolvido por KAMP