Um homem acaba preso e outro ferido após briga no Distrito de Ponte Firme

Vítima foi socorrida desacordada e o autor teve a prisão ratificada e foi encaminhado ao sistema prisional. 

Uma briga virou caso de polícia neste sábado (10). Dois homens se desentenderam enquanto bebiam juntos, no Distrito de Ponte Firme, município de Presidente Olegário, e acabaram indo para vias de fato. A vítima, de 44 anos, precisou de atendimento médico, pois ficou desacordada e com escoriações após agressão com socos e chutes. A Polícia Militar foi acionada.

De acordo com a ocorrência registrada pela Polícia Militar, os militares form acionados no Distrito de Ponte Firme sendo relatado que um homem, de 44 anos, havia sido agredido por um autor, de 42 anos. As agressões foram com socos e chutes; e após a vítima cair ao solo foi agredida com chutes na cabeça ficando desacordada e ensanguentada.

A vítima recebeu os primeiros socorros de populares que acionaram uma ambulância do Hospital Municipal Darci José Fernandes onde permaneceu internada.

Os militares foram até o endereço citado e localizaram o autor. Ele foi preso em flagrante e relatou aos militares que estavam fazendo uso de bebida alcoolica juntos e se desentenderam, uma vez que a vítima colocou o dedo na sua e ele partiu pra cima dele. Como a vítima estava desacordada não foi possível ouvir sua versão.  

Ele foi encaminhado para delegacia de polícia Civil para demais providencias com uma escoriação pequena na mão esquerda. A Polícia Civil ratificou a prisão em flagrante delito e o encaminhou ao sistema prisional e segue a disposição da Justiça. (Nota da PCMG abaixo).

Nota da Polícia Civil de Minas Gerais 

Em relação ao fato ocorrido na tarde de ontem (10/2) no Distrito de Ponte Firme, em Presidente Olegário, a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) informa que o suspeito, de 42 anos, foi conduzido pela Polícia Militar. A vítima, de 44 anos, foi direcionada para cuidados médico-hospitalares. A PCMG apura o caso.

Cumpre salientar, que na ocasião, havia ocorrência de descumprimento de medida protetiva em desfavor do mesmo envolvido. A PCMG ratificou a prisão em flagrante delito pelo crime previsto na Lei 11340/06, art. 24-A. Ele foi encaminhado ao sistema prisional e segue à disposição da Justiça.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

POHoje - Todos os direitos reservados - Desenvolvido por KAMP