Represona: homem que levou tiro na cabeça morre em hospital após 11 dias

Um menor de 17 anos, foi apreendido pela PM. É o segundo homicídio em 2021.

Edson Bertoldo dos Santos, 30 anos, que tinha levado um tiro na cabeça, morreu na madrugada desta quinta-feira (4), no Hospital Regional Antônio Dias, na cidade de Patos de Minas Alto Paranaíba. No dia 24 de janeiro, a 4 km de Presidente Olegário, na represona, ele levou um tiro e outro homem morreu no local.

Na ocasião, Edson Bertoldo dos Santos, 30 anos, foi baleado com um tiro na cabeça, sendo socorrido até o Hospital Municipal Darci José Fernandes e em seguida transferido para o Hospital Regional em Patos de Minas, onde ficou internado por 11 dias e veio à óbito na madrugada desta terça-feira (4). Já  Robertinho Sousa, 41 anos, que levou 4 tiros faleceu no local

A Polícia Militar (PM) apreendeu em flagrante um menor de 17 anos, como sendo o autor dos disparos e um homem de 41 anos foi preso por dar fuga. O menor está internado e o maior foi liberado.

Segundo o delegado Dr. Érico Rodovalho, a motivação do crime a princípio seria uma discussão entre o menor e as vítimas.

Com a morte de Edson Bertoldo dos Santos, Presidente Olegário tem dois homicídios registrados em 2021, em 2020 foram quatro. O sepultamento ocorrerá às 17h, de hoje, no Cemitério Municipal Terra Santa.

Leia mais:

PM prende e apreende suspeitos de matar homem e ferir outro na represona

POHoje - Todos os direitos reservados - Desenvolvido por KAMP