Operação do Ministério Público e PM prende suspeitos de participar de assalto ao banco Itaú

Promotora Dra. Vanessa Dosualdo e o Comandante da 10ª Região da PM coronel Waldimir Soares (Foto:Toninho Cury).
Promotora Dra. Vanessa Dosualdo e o Comandante da 10ª Região da PM coronel Waldimir Soares Ferreira (Foto:Toninho Cury).

Vinte e três pessoas foram presas nesta sexta-feira (14), na cidade de Uberlândia, suspeitos de envolvimento em assaltos a bancos na região. Entre as agências está o banco Itaú em Presidente Olegário.

A Operação “Volantes” foi deflagrada pelo  Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) de Patos de Minas e a Polícia Militar a pedido da promotora de Presidente Olegário, Dra. Vanessa Dosualdo Freitas.

O assalto com explosão de caixa eletrônico em Presidente Olegário aconteceu no dia 27 de junho, na Praça Independência a ação resultou no ferimento de um vigilante.

Operação “Volantes”

O nome da operação faz referência aos grupos de soldados que percorriam as caatingas enfrentando os cangaceiros no Nordeste além de ser além de ser uma lembrança aos militares da Polícia Militar que trabalham no combate ao que se denomina de “novo cangaço”, alvo da operação.

Os mandatos foram expedidos pelo juiz da Comarca de Presidente Olegário e cumpridos pelo Ministério Público e por militares da 9ª e 10ª Região da Polícia Militar (RPM).

Até o fechamento da reportagem 23 pessoas suspeitas foram presas o bando tem participação no assalto a bancos em Presidente Olegário e região. Entre os presos está um homem apontado pela polícia como um dos chefes do grupo e integra o Primeiro Comando da Capital (PCC). Foi apreendido celulares, 9 veículos e drogas.

Segundo a promotora de Presidente Olegário, Dra. Vanessa Dosualdo Freitas, os presos além de participar de assalto a bancos são suspeitos de tráfico de drogas e homicídios em Minas Gerais, São Paulo, Sul de Goiás.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *