Inspetor da PRF natural de Lagoa Grande morre vítima de AVC

Inspetor Nivaldino vítima de AVC (Foto: Arquivo da Família)

Morreu nesta terça-feira (17), o inspetor da Polícia Rodoviária Federal (PRF), de 54 anos, José Nivaldino Rodrigues. Ele foi vítima de um Acidente Vascular Cerebral (AVC).

De acordo com as informações da PRF, Nivaldino  sofreu o AVC no domingo (15). Após dois dias em coma induzido na UTI, ele faleceu nesta terça-feira (17), em Brasília.

José Nivaldino Rodrigues era natural da cidade Lagoa Grande, Noroeste de Minas, era doutor em sociologia. Entrou na PRF em 1994, e pertencia ao Núcleo de Segurança de Vôos e Procedimentos Administrativos da Divisão de Operações Aéreas da PRF.

O inspetor ainda desempenhava a função de Presidente do Sindicato dos Policiais Rodoviários Federais do Distrito Federal – SINPRF/DF.

“É sempre lamentável a perda de um colega de profissão, ainda mais quando se trata de um dos mais aguerridos na luta em prol da instituição, do fortalecimento da categoria e do bem estar dos pares. Nos solidarizamos com a família nesse momento de imensa dor e nos confortamos na lembrança dos momentos de coleguismo e também na herança de conquistas sindicais e histórico de lutas que José Nivaldino nos deixa” diz a nota da PRF.

O corpo de Nivaldino está sendo velado com homenagens na sede da PRF em Brasília até às 17h, quando seu corpo será transladado para sua terra natal Lagoa Grande. Ele deixa um filho de 8 anos.

Em Lagoa Grande, o velório será no plenário da Câmara Municipal, às 22h, desta quarta-feira (18). Na quinta-feira (19), às 7h, haverá missa na Matriz de São Sebastião em seguida no sepultamento no cemitério municipal.

Nota da Direção Geral da Polícia Rodoviária Federal

É com extrema consternação e pesar que recebemos a informação de falecimento do policial rodoviário federal José Nivaldino Rodrigues, 54 anos, em consequências médicas advindas de acidente vascular cerebral ocorrido no último domingo, 15 de abril.

Com a carreira marcada pela intensa atuação sindical e luta em prol da categoria, Nivaldino ingressou na Polícia Rodoviária Federal em 1994 e atualmente era lotado no Núcleo de Segurança de Vôos e Procedimentos Administrativos da Divisão de Operações Aéreas da PRF, desempenhando também a função de Presidente do Sindicato dos Policiais Rodoviários Federais do Distrito Federal – SINPRF/DF.

Doutor em Sociologia pela Universidade de Brasília – UNB, o policial deixa um filho de 08 anos de idade.

É sempre lamentável a perda de um colega de profissão, ainda mais quando se trata de um dos mais aguerridos na luta em prol da instituição, do fortalecimento da categoria e do bem estar dos pares. Nos solidarizamos com a família nesse momento de imensa dor e nos confortamos na lembrança dos momentos de coleguismo e também na herança de conquistas sindicais e histórico de lutas que José Nivaldino nos deixa.

O sepultamento será na cidade de Lagoa Grande/MG.

Polícia Rodoviária Federal
Direção-Geral

Nota da Central dos Sindicatos Brasileiros (CSB) 

A Central dos Sindicatos Brasileiros (CSB) manifesta seu profundo pesar pelo falecimento do presidente do Sindicato dos Policiais Rodoviários Federais do Distrito Federal (SinPRF-DF), José Nivaldino Rodrigues.

O dirigente tinha 55 anos e sofreu um Acidente Vascular Cerebral no domingo (15). Após dois dias em coma induzido na UTI, Rodrigues faleceu nesta terça-feira (17).

José Nivaldino Rodrigues atuou de maneira firme nas lutas dos policiais rodoviários federais, seja no âmbito sindical ou em estudos acadêmicos sobre a segurança pública e o trânsito. Mestre e doutor em sociologia, sua luta no movimento sindical só cresceu à frente do SinPRF-DF para defender os interesses da categoria.

A CSB lamenta a morte de Rodrigues e presta suas condolências e total solidariedade à família, aos amigos e companheiros do movimento sindical.

Central dos Sindicatos Brasileiros

Inspetor Nivaldino vítima de AVC (Foto: Arquivo da Família)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *