Família de mulher de 33 anos com câncer faz campanha para comprar medicação de cerca de R$ 33 mil

A secretária Jacqueline Christine da Silva, de 33 anos, luta para conseguir uma medicação contra o câncer na rede pública de saúde, em Presidente Olegário, ela já faz tratamento no Hospital de Barretos – SP -.

Ela tem um melanoma (um tipo de câncer de pele) e sem condições financeiras, ela recorreu a população através das redes sociais e a Justiça para pedir ajuda.

Jacqueline Christine da Silva, de 33 anos, é casada e mãe de uma menina de 7 meses, ela contou ao Pohoje que em fevereiro, deste ano, fez uma cirurgia devido a um tumor cerebral, e na sequência foi diagnosticada com um melanoma (um tipo de câncer de pele).

Ela precisa fazer o tratamento, porém a quimioterapia não traz efeitos positivos e ela necessita de tomar uma medicação chamada Nibolumab de 14 em 14 dias, sendo que cada uma custa cerca de R$ 16,4 mil, perfazendo um valor de cerca de R$ 33 mil, porém não é fornecida pelo Sistema Único de Saúde – SUS -.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Sem plano de saúde e condições financeiras para comprar o medicação, Jacqueline e a família pede a população ajuda para adquirir as medicações.

A família está organizando uma rifa de uma bicicleta, o valor do bilhete é de R$ 5, e pode ser adquirido com a irmã de Jaqueline, Ana Paula Fernanda ou com o seu esposo André Mello.

omo não temos condições de arcar com o medicamento, também não possuo plano de saúde, e ainda não conseguimos o medicamento por via judicial, organizamos uma rifa de uma bicicleta, no valor de 5 reais. Quem quiser adquirir, pode entrar em contato comigo, com minha irmã Ana Paula Fernanda ou com meu esposo André Mello.

Caso você tenha interesse de contribuir financeiramente para a recuperação de Jacqueline, pode depositar qualquer valor  na conta corrente da Caixa Econômica Federal conta 31609-2,  operação 001, agencia 0142, CPF – 078.987.936-09 de André Luiz de Melo. Mais informações no telefone 34 9 9151 4573.

Sem ver uma solução, Jacqueline acionou a Justiça para tentar assegurar o fornecimento da medicação. O advogado Dalci Maciel conseguiu uma liminar na Comarca de Presidente Olegário em abril, contra Estado de Minas Gerais que não cumpriu a determinação do magistrado.

Nesta quinta-feira (27), o advogado entrou com uma nova petição pedindo o bloqueio nas contas de titularidade do Estado de Minas Gerais para que seja adquirido o medicamento pleiteado para consumo de Jacqueline, 0 juiz ainda não manifestou no caso.

Até o fechamento da reportagem o Pohoje não conseguiu respostas por parte do Governo de Minas sobre o não cumprimento da liminar.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *