Coronavírus: Decreto prorroga abertura do comércio em Presidente Olegário

Venda de bebida alcoólica continua proibida entre 20h e 5h.

A Prefeitura de Presidente Olegário publicou um decreto no Diário Oficial do Município no dia 31 de março, prorrogando as medidas que flexibiliza a abertura do comércio. O decreto tem validade até de 11 de abril.

Desde 19 de março,  a cidade está com os serviços não essenciais funcionando com atendimento ao público. As medidas para autorizar o funcionamento foi tomada por unanimidade pelos prefeitos que pertencem a Associação dos Municípios da Microrregião do Alto Paranaíba (Amapar). 

Entre as medidas prorrogadas, estão a liberação para funcionamento do comércio do setor lojista, salões, clínicas, academias e restaurantes; o toque de recolher continua entre de 20h às 5h,  O horário de funcionamento de todos estabelecimentos serão permitidos entre 5h às 20h.

Entre às 20h e 5h fica proibida a comercialização de bebida alcoólica em qualquer estabelecimento comercial, incluindo na modalidade delivery e drive thru;

A fiscalização será feita pela Prefeitura com apoio da  Polícia Militar, todas as restrições constam o Decreto publicado no dia 19 de março. Clique aqui e leia. 

Durante a vigência do Decreto, somente poderão funcionar as seguintes

atividades e serviços

• farmácia e ótica; supermercado, mercearia, padaria, açougue, loja de conveniência, hortifrutigranjeiro; posto de combustível e distribuidora de água e gás; oficina mecânica, autopeças, revendedora de veículos, lava à jato; energia, assistência veterinária e pet shop; assistência técnica em máquina e equipamentos; escritórios de representação judicial e extrajudicial, assessoria e consultoria jurídicas; e relacionados à contabilidade.

• salões de beleza, clinicas de estética e barbearias (agendamento)

• academias

• feira livre do Produtor (aos sábados).

• lojas – setor lojista (roupas, calçados, cama, mesa, banho, móveis e eletrodomésticos) e congêneres

• bancos e loterias

• igrejas

• call center

• coleta de lixo

• clínicas odontológicas, fisioterapia, veterinária, psicologia e congêneres

• restaurantes, bares, lanchonete e congêneres (funcionamento de 6h às 20h).

• construção civil, marcenaria e fábrica de móveis planejados, vidraçaria, marmoraria, serralheria e congêneres

• serviços de TI, dados, imprensa e comunicação

• serviços de interesse público (água, esgoto, funerário, correios etc.).

Durante a vigência da Onda Roxa, não poderão funcionar as seguintes
atividades e serviços

  • cirurgias eletivas
  • circulação de pessoas (só poderão sair de casa para atividades essenciais)
  • toque de recolher das 20h às 5h
  • proibição de pessoas sem máscara em qualquer espaço
  • proibição de circulação de pessoas com sintomas de gripe
  • proibição de reuniões presenciais, inclusive entre parentes que não morem na mesma casa
  • eventos estão terminantemente proibidos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

POHoje - Todos os direitos reservados - Desenvolvido por KAMP