Realizada primeira audiência do acusado de matar o jovem Koreia a facadas

Acusado confessou o assassinato no depoimento.Julgamento no Tribunal do Júri ainda não tem data marcada.
Acusado Joel Davi de Souza encaminhando para audiência no Fórum
Acusado Joel Davi de Souza encaminhando para audiência no Fórum

A audiência de instrução e julgamento de Joel Davi de Souza, de 19 anos, acusado de matar a facadas o jovem Cleber Fernandes de Amorim “Koreia” de 20 anos, no dia 19 de junho de 2016, no bairro Santa Rita em Presidente Olegário foi realizada nesta terça-feira (14).

A audiência ocorreu no Fórum Deiró Eunápio Borges, sob a responsabilidade do juiz da Comarca, Dr. Bruno Henrique de Oliveira. No total, 5 testemunhas foram ouvidas, além do acusado. Entre as testemunhas um sargento da Polí­cia Militar.

Na acusação atuou o promotor Dr.José Carlos de Oliveira Campos Júnior e o advogado Dr. Cássio David Araújo. A defesa foi realizada pela Dra. Risia Bethânia Teixeira. A avó e mãe de criação da vítima de 66 anos, acompanhou às 2h e 30min de audiência. Familiares da vítima e acusado aguardaram no lado de fora da sala de fora. Não foi permitida imagens da audiência.

Durante seu depoimento, Joel Davi de Souza confessou ao juiz a autoria do crime. Acusação e defesa tem cinco dias para alegações finais. O julgamento do acusado Joel Davi de Souza no Tribunal do Júri ainda não tem data marcada.

Entenda o caso
O réu Joel Davi de Souza, de 19 anos, acusado de matar o jovem Cleber Fernandes de Amorim “Koreia” de 20 anos, no dia 19  de junho  de 2016, com duas facadas. O acusado foi preso em flagrante e confessou o crime um menor foi apreendido.

O menor foi liberado, já Joel Davi de Souza preso em flagrante pela Polí­cia Militar ganhou o direito de responder o processo em liberdade. Na época parentes e amigos realizaram protestos contra a liberdade provisória do acusado pelas ruas da cidade.

Leia mais:

Jovem é assassinado a facadas após briga em Presidente Olegário.

Justiça concede liberdade provisória a suspeito de matar o jovem Koreia.

Com pedido de Justiça, familiares e amigos vão fazer protesto após morte de jovem.

Familiares e amigos de jovem morto a facadas fazem protesto por segurança e Justiça.

Acusado Joel Davi de Souza encaminhando para audiência no Fórum
Acusado Joel Davi de Souza encaminhando para audiência no Fórum
Familiares e amigos pedindo justiça em frente ao Fórum
Familiares e amigos pedindo justiça em frente ao Fórum
Acusado Joel Davi de Souzachegando no Fórum para audiência
Acusado Joel Davi de Souza chegando no Fórum para audiência
Vítima Koreia, os acusados e a arma do crime no bairro Santa Rita
Ví­tima Koreia, os acusados e a arma do crime no bairro Santa Rita
Acusado Joel Davi de Sousa preso em flagrante no dia do crime pela Polícia Militar
Acusado Joel Davi de Sousa preso em flagrante no dia do crime pela Polícia Militar

Uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

POHoje - Todos os direitos reservados - Desenvolvido por KAMP