Justiça adia julgamento de homem acusado de matar aposentado a facada  na rodoviária

Acusado crime João Boca de Égua

O julgamento do homem acusado de matar um aposentado em setembro de 2015, na rodoviária em Presidente Olegário, marcado para acontecer nesta quinta-feira (12), foi adiado pela Justiça.

O juiz Manoel Carlos Gouveia Soares Neto atendeu um pedido da defesa do acusado e será no dia 30 de abril, data que será julgado o réu João Jeremias da Trindade “João Boca de Égua”, 57 anos.

O motivo é que os defensores do acusado já tinham agendado uma audiência na Justiça Federal na mesma data do julgamento. Por esse motivo, o juiz, a acusação e a defesa decidiram adiar o julgamento, que foi remarcado para o dia 30 de abril, às 9h.

João Jeremias da Trindade “João Boca de Égua”, 57 anos. foi indiciado por homicídio qualificado pela morte do aposentado Antônio Xavier da Cunha “Tõe Salvador” de 70 anos. Ele foi  morto na tarde de terça-feira do dia 29 de setembro de 2015, no bairro Barro Preto em bar na rodoviária.

Segundo a Polícia Militar, Tõe Salvador levou uma facada no abdômen. O aposentado chegou a ser levado para o hospital, mas não resistiu.  O motivo seria um desentendimento para pagar cerveja. O acusado aguarda julgamento preso no presídio local desde época do crime.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *