29 de janeiro de 2019 - Por Juarez Martins

Idosa tem celular furtado e PM orienta as vítimas a fazer o bloqueio do aparelho após o crime

Aparelho fica inutilizado com o bloqueio, diz Polícia Militar

Caso aconteceu na Rua Prefeito João Pinheiro, centro.

Comandante do 5º Pelotão PM, tenente Santoro

Comandante do 5º Pelotão PM, tenente Santoro

Uma idosa de 83 anos teve um celular furtado na tarde desta terça-feira (29), na Rua Prefeito João Pinheiro, centro de Presidente Olegário. Vítima não tem suspeito e ninguém foi preso.

De acordo com a Polícia Militar, a vítima relatou que deixou a porta de sua residência aberta e o aparelho ficou em uma mesa sala e foi para a cozinha ao retornar o aparelho não estava no local deixado.

A idosa mora sozinha e acionou a Polícia Militar para o registro da ocorrência policial. O aparelho furtado é um um celular modelo Samsung Galaxy J7 Neo avaliado em R$ 840.

Celular furtado é semelhante a este da foto

Segundo o comandante do 5º Pelotão PM de Presidente Olegário, tenente Santoro, o aparelho foi bloqueado pela Central de Bloqueio de Celulares do Estado de Minas Gerais (CBLOC)  por um sistema online, hospedado na página da Secretaria de Segurança Pública (Sesp).

Tenente Santoro disse ao Pohoje que todas as pessoas vítimas de roubo e furto de celular podem fazer o bloqueio em menos de três cliques e deverá ser pedido pela internet até 48h após o registro da ocorrência. O site para fazer o bloqueio é o http://cbloc.seguranca.mg.gov.br/.

Comandante Santoro disse que após o pedido de bloqueio uma equipe da Secretaria de Segurança Pública vai providenciar a inutilização do aparelho junto à Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) em até 24 horas e não será reativado em nenhuma operadora. “Com esse sistema, não há mais necessidade de fornecer o número de Identificação Internacional de Equipamento Móvel (Imei)” acrescentou o tenente Santoro.

O dono do celular não perderá o número da linha ou qualquer benefício junto a operadora, se assim desejar. O bloqueio da linha deve seguir o trâmite junto a cada empresa de telefonia.

Com aparelhos inutilizados e sem possibilidade de ativação em nenhuma operadora, o dispositivo perde valor de mercado no mundo do crime.

Todas as informações de como bloquear o aparelho em casos de furto ou roubo estão no site: http://cbloc.seguranca.mg.gov.br/

 

 

Deixe o seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *