3 de julho de 2018 - Por Juarez Martins

Festa de Andrequice: Boates e barracas com som só podem funcionar até 1h da manhã

Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) foi assinado no Ministério Público.

Reunião no MP para assinatura do TAC

Um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) está proibindo som automotivo, funcionamento de boates depois d1 1h da manhã e permanência de menores em locais de evento durante a Festa de Nossa Senhora da Abadia (Festa de Andrequice), região rural de Presidente Olegário.

O TAC tem como objetivo regulamentar as competências e encargos de todos os envolvidos no evento, visando manter a ordem, segurança do povoado e dos participantes.

Está proibido a utilização de som automotivo que cause perturbação do sossego em todo o povoado  durante a realização da festa que vai de 1º a 15 de agosto.

Os menores 16 anos estão proibidos de frequentar as boates. Os adolescentes com idade acima de 16 e abaixo de 18 anos, só poderão frequentar boates acompanhados dos pais ou responsáveis, conforme portaria do juiz da Comarca de Presidente Olegário, Outra proibição é a venda de bebidas em recipientes de vidro.

De acordo com o TAC as boates e barracas com som fixo terão que ser fechadas 1h da manhã. Caso haja descumprimento a boates serão fechadas.

O TAC foi firmado nesta terça-feira (3), proposto pela promotora, Dra. Vanessa Dossualdo a pedido da Polícia Militar e do Santuário de Andrequice foi assinado pela Polícias Militar, Corpo de Bombeiros, Prefeitura Municipal, Conselho Comunitário de Segurança Pública -Consep –, Conselho Tutelar, Associação de Andrequice e do Santuário de Nossa Senhora da Abadia.  Os representantes das boates e barracas recusaram assinar o TAC.

Clique aqui e leia o TAC do Ministério Público na íntegra.

Comentários

7 Comentários para Festa de Andrequice: Boates e barracas com som só podem funcionar até 1h da manhã

  1. Po disse:

    Já ameniza a baderna que virou lá.

  2. De olho disse:

    Na festa da produção será até que horas lembrando que esse é portão aberto será que vai ter tac

  3. Thais disse:

    Texto Elenilde Renato reproduzido do face:
    Hoje é dia de textão!
    Aaahh!!!! Pelo amor de Deus!!!! Todo mundo que me conhece pelo menos um pouco sabe o qt eu gosto do meu Quicé!!! Até porque eu sou de lá!!! Sempre fui nessa festa! Sempre! Sempre frequentei boates e ficava sempre até tarde! Eram bons tempos! Qd passaram a desligar o som as 3 da manhã, achei até razoável, afinal, ainda tinha aquela resenha na rua e tudo. Pra quem não saía tbm tava de boa, afinal já dava p descansar a cabeça antes do berreiro do som da igreja(nada contra! Gosto muito de ser acordada por aquelas músicas). Agora o que estão fazendo, me perdoem o termo, mas tá virando falta de respeito com as pessoas que gostam dessa festa de verdade. Olha, não é pq uma pessoa curte lá, que ela não tenha fé, não vai a igreja! Dá p fazer tudo. Curtir e rezar! Acho uma tremenda falta de respeito, generalizarem, dizendo que as pessoas, só vão p isso ou “praquilo “. E só por curiosidade, será q fechar as boates a 1 da manhã, vai acabar c o tráfico de drogas, bebedeira e prostituição que rola lá na beira do rio, e nas quebradas? Pq até onde eu sei a polícia só fica ali mais no centro. Vai só piorar gente! Assim como aqui no PO, essa mania de “santidade” que tá tomando conta de algumas pessoas depois q passam dos 30, tá só empurrando os adolescentes pras “quebradas”. Porque frequentar uma praça, com música, como em qualquer cidade normal, o povo aqui não tem gosto mais. Tenho muita pena dos adolescentes daqui (inclusive tenho um casa). Nunca saberão o que era ficar até tarde curtindo um sonzinho lá na praça, ter uma diversão saudável. Diversão da molecada hoje se a gente bobear, é pular muro escondido, roubar bicicleta, vender droga. E ao meu ver grande culpa disso, é desses novos adultos hipócritas, que curtiram e aprontaram milhões enquanto eram adolescentes e agora ficam dando uma de santos, querendo privar as pessoas que não perderam o gosto por viver, de fazer o que gostam. Não concordo com esse extremismo que tá tomando conta da nossa cidade. E outra!! Acho que se a dona da festa pudesse falar ela iria dizer o seguinte: “Deixem meus filhos curtirem, pq depois de tanto bingo, leilão, doações, novenas e contribuições que dão em meu santuário, eles merecem!”. E polícia na bandidagem! Pq com som ou sem som, eles estarão lá, cometendo furtos, vendendo drogas e td mais. Essa história de para boate mais cedo, é só pra agradar esse povo dorminhoco, que morre se dormir mais tarde 1 semana por ano!
    Só acho que deveríamos fazer um abaixo assinado, afinal, a maioria da população deveria decidir sobre isso, e não uma meia dúzia de semi-velhos de espírito, que só sabem criticar os outros.
    #boateateastressim
    #privacaotemqueserprosbandidosnaopranos
    #andrequice2018vaitatopsim

  4. Ex-policial disse:

    A Polícia Militar ganha diária para deslocar até o evento e ainda quer impor horário.

  5. Lucas disse:

    Vai tar horário pro tráfico de drogas ou so as boates,

  6. Lorena disse:

    Quero ver a gloriosa PM mandar desligar o som da barraca da igreja 1h para não cantar leilão e às 5 horas da manha alto falante da igreja . A lei do silêncio é de 22h às 6h faça cumprir por favor aqui já é uma denuncia

  7. Fera ferida disse:

    Com certeza morreu a festa! Vc do “textao” disse tudo! Infelizme tudo! Tinha que deixar aí esses velhos ir pra festa, Afinal quem precisa pegar uma estrada horrível dessa pra rezar, ou lá é mais válido, absurdo! Não sou muito católico, sempre frequentei a festa, pelo menos um dia ia na igreja, até o penúltimo ano! Eu lá na missa, quando na hora da oferta o padre veio falar que quem está as ali tinha que ter vergonha de dar 10 reais, coitado de mim não tenho muita condição financeira, fui há missa justamente com 10 reais para doar pra igreja, cai de cara no chão, simplesmente me levantei e fui embora da igreja antes de acabar a missa, pois não tinha mais nenhum centavo. Já não ia muito há igreja desde esse dia nunca mais fui, sou do bem, faço o bem, ajudo as pessoas, não me acho mais pecador que um padre desse. Não preciso deles pra ser uma pessoa boa.

Deixe o seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *