Consumo de água aumenta 30% e Copasa faz alerta

Apesar da seca, Copasa descarta desabastecimento em Presidente Olegário. Ribeirão Três Barras diminui o volume de água a cada dia.
Ribeirão Três Barras principal fonte de abastecimento em Presidente Olegário

O consumo de água em Presidente Olegário aumentou 30% nos últimos 30 dias. De acordo com a Estação de Tratamento da Água – ETA -, o período de estiagem no município começou em maio, e já passa de 100 dias.

A falta de chuva agrava principalmente para o abastecimento de água que depende das chuvas. Isso significa época de alerta em relação ao consumo, pois o nível dos rios e ribeirões cai consideravelmente.

Segundo informou a Copasa, o Ribeirão Três Barras é a principal fonte do abastecimento de água de Presidente Olegário e o nível está baixando a cada dia.

A água tratada da Copasa é fornecida a cerca de 20 mil habitantes da cidade pela Estação do Ribeirão Três Barras e Poços Artesianos no bairro Barro Preto.  Quanto maior o consumo, mais as estações são obrigadas a produzir e mais é exigido.

Segundo a Copasa apesar da estiagem abastecimento não será prejudicado. A empresa descartou desabastecimento na cidade e alerta a população no consumo.

Ainda segundo a Copasa é preciso que cada um faça a sua parte se conscientizando para economizar água.

Seca e decreto de emergência

Os produtores rurais de Presidente Olegário na região da Prata, Sobrado, Galena, Ponte Grande estão recebendo água através de caminhão pipa fornecidos pela Prefeitura. O município já decretou situação de emergência devido a estiagem.

Leia Mais

Córrego seca e produtores rurais sofrem com a falta d’água

6 respostas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Leia Também

POHoje - Todos os direitos reservados - Desenvolvido por KAMP