Câmara aprova projeto do vereador Branco Teodoro que proíbe plantação da árvore “Ficus” uma espécie de figueira

Vereador Branco Teodoro autor do projeto

A Câmara de Vereadores de Presidente Olegário aprovou nesta sexta-feira (18) um projeto de lei que proíbe a plantação da árvore “Ficus” – uma espécie de figueira – nos logradouros públicos em todo o município. A proposta aprovada por unanimidade segue agora para a sanção do prefeito.

A proibição do plantio da espécie ficus benjamim, ficus elástica e ficus microcarpa, foi justificada pelo vereador autor do projeto, Branco Teodoro, que as mesmas ocasiona danos às tubulações de água e esgoto, fiação elétrica e rachaduras em muros e casas, uma vez que a raiz pode chegar à 40 metros de comprimento.

Segundo o vereador a espécie ficus não é um tipo de árvore recomendável para ambientes públicos onde as áreas são cada vez mais escassos, pois trata-se de espécie de vegetal que precisa de amplo espaço.

A proposta aprovada prever que às árvores já existentes devem serem retiradas e substituídas por espécies indicadas pelo órgão municipal. Caberá ao Executivo, na forma de regulamento, definirá as espécies de árvores a serem plantadas nos novos loteamentos.

--- Continua depois da publicidade ---

O projeto prever que a Prefeitura poderá realizar parcerias e/ou convênios com os Poderes Estaduais e Federais, e, ainda, com a sociedade civil organizada para o fiel cumprimento da Lei, assim que for sancionada.

Fonte: Ascom/Câmara Municipal de Presidente Olegário.

2 comentários em “Câmara aprova projeto do vereador Branco Teodoro que proíbe plantação da árvore “Ficus” uma espécie de figueira

  1. Arrancar árvores? Estão loucos? Arrancar árvores não é solução. Uma coisa é não plantar mais árvores dessa espécie, outra coisa é arrancar as que estão ali há anos e anos. Aproveitando a oportunidade, está na hora da prefeitura construir um lindo e belo canteiro central pra Avenida Antônio Araújo. É a principal avenida da cidade, contudo, o canteiro é de dar vergonha.

  2. Ponto bem observado pelo vereador Branco Teodoro.
    Acho que partindo da observação em relação a essa espécie de árvore, poderia incluir no projeto as gameleiras, principalmente as que ficam no centro com todo o tamanho que elas estão. Há relatos que as gameleiras das praças do centro estão com cerca de oitenta anos, além que produzem três vezes mais raízes que o ficus, sem dúvida causam prejuízos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cofe