25 de maio de 2018 - Por Juarez Martins

Sindicato consegue liminar e Justiça requisita força policial para passar com caminhão de leite em Presidente Olegário

Polícia negociou a passagem com os manifestantes e motorista desistiu de seguir.

Negociação para cumprir a liminar

A Justiça concedeu liminar que garante o transporte de leite nas rodovias de Minas Gerais. A decisão é para que os caminhões passem pelo bloqueio dos manifestantes. Na MG 354 no município de Presidente Olegário a rodovia  está fechada desde segunda-feira (21).

A ação foi impetrada Sindicato da Industria de Laticínios de Produtores Derivados no Estado de Minas Gerais conta a Associação Brasileira dos Caminhoneiros e vale para todo Estado de Minas Gerais.

Oficial de justiça e a Polícia Rodoviária Estadual – PRE – está na MG 354 próximo a antiga cerâmica para cumprir a ordem judicial e a passagem de um caminhão vazio da CEMIL para buscar leite na cidade de Lagoa Grande. Manifestantes no local dificulta a ação.

A medida judicial determina que os manifestantes, responsável pelo bloqueio da rodovia desde segunda-feira (21), permita a passagem dos caminhões e carretas que transportam leite. O ato faz parte das manifestações de caminhoneiros em vários estados do país contra o aumento no preço dos combustíveis.

Na decisão, obtida pelo sindicato, a juíza do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, Lilian Bastos de Paulo, requer força policial caso necessária.

Segundo o comandante da Polícia Rodoviária Estadual, major Euzébio, a polícia negociou com os manifestantes e de forma pacífica foi permitida a passagem do caminhão e após a liberação o próprio motorista desistiu de seguir viagem e retornou para Patos de Minas.

Ainda segundo o major Euzébio foi feito o contato com a empresa e foi informado pela CEMIL da desistência do conduto

Nesta sexta-feira (25) os atos acontecem em pelo menos 22 estados do país e no Distrito Federal. Os caminhoneiros protestam contra a disparada do preço do diesel, que faz parte da política de preços da Petrobras.

Apesar do governo ter anunciado acordo com entidades os caminhoneiros dizem que os protestos vão continuar e que as entidades que negociaram com o governo não representa a classe autônoma.

Comentários

Um comentário para Sindicato consegue liminar e Justiça requisita força policial para passar com caminhão de leite em Presidente Olegário

  1. Joana Darc disse:

    😍👏👏👏👏👏👏👏

Deixe o seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *