Prepare o bolso: Governo de Minas aumenta ICMS de todos os combustíveis

Os preços dos combustíveis vão ficar mais caros a partir da próxima semana em Minas Gerais. Desta vez o motivo foi por que o estado mudou o valor de referência na cobrança do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços (ICMS) sobre os combustíveis. O aumento entrar em vigor a partir de 16 de maio.

Em Presidente Olegário proprietários de postos disseram ao Pohoje que devem repassar o aumento para o consumidor. O preço do litro da gasolina na cidade é de R$ 4,998, o diesel é vendido à R$ 3,748 e o etanol R$ 3,198.

O Ministério da Fazenda permite a correção do imposto em cima do valor praticado nas bombas. A cada 15 dias, secretarias estaduais fazem pesquisa para saber o preço médio cobrado por litro de combustível nas revendedoras. O imposto cobrado em Minas Gerais sobre a gasolina é de 31%, um dos mais altos do país. A porcentagem sobre o etanol é de 16% e sobre o diesel é 15%. Até o fechamento da reportagem não tínhamos conseguido contato com a Secretaria de Estado da Fazenda.

A decisão do Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz) foi divulgada no Diário Oficial da União desta sexta-feira, 10 de maio, o Ato Cotepe/PMPF nº09/2019, documento que define os preços de pauta dos respectivos combustíveis vendidos nas Unidades Federativas do Brasil.

De acordo com o documento, o Governo de Minas Gerais vai reajustar os valores-base para cobrança do tributo estadual sobre os combustíveis. Confira na tabela abaixo as projeções:

Fonte: Ascom Minas Petro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *