Prepare o bolso: conta de água da Copasa vai ficar mais cara 4,21%

O reajuste ocorre em meio ao aumento do consumo associado à onda de calor.

A Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa) comunicou que a agência reguladora de serviços de abastecimento de água e de esgotamento sanitário do Estado de MG (Arsea- MG) aprovou o reajuste nas tarifas, com efeito tarifário médio (ETM) de 4,21%. O novo valor entra em vigor a partir de 1º de janeiro de 2024. Este ano, o reajuste tarifário médio foi de 15,70%. 

Alta do consumo com calor

A definição sobre o reajuste ocorre ocorre em meio ao aumento do consumo associado à onda de calor que atingiu Minas Gerais na última semana. Em Presidente Olegário o fornecimento foi interrompido durante vários dias. 

Neste final semana também teve falta de água em Presidente Olegário, mas dessa fez foi por falta de energia elétrica. A companhia informou através de nota que a energia já foi restabelecida pela concessionária e que o abastecimento será normalizado no decorrer deste domingo (26).

Nota da Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa)

A Copasa informa que, devido à falta de energia elétrica, já restabelecida, por parte da concessionária responsável, a captação de água foi paralisada. Com isso, o abastecimento de água em Presidente Olegário foi interrompido, emergencialmente, neste sábado (25/11). 

A previsão é que a normalização do abastecimento ocorra, gradativamente, no decorrer da noite de domingo (26).     

A Companhia destaca que, nesses casos, os imóveis que possuem caixas d’água podem não sofrer impactos.

Colaborou: Jornal O Tempo.

Uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

POHoje - Todos os direitos reservados - Desenvolvido por KAMP