PM prende suspeito de furtar dinheiro em uma casa e um celular na Secretaria Municipal de Educação

Com extensa ficha criminal, ele foi autuado pelo delegado Dr. Vinicius Volf Vaz e levado para o presidio.

Um home de 44 anos, natural de Patos de Minas/MG foi preso na tarde desta sexta-feira (23), em Presidente Olegário.

A prisão ocorreu depois do autor cometer dois furtos na manhã desta sexta-feira (23), em uma residência na Praça Santa Rita e outro na Praça Afonso de Sá na sede da Secretaria Municipal de Educação ambos os crimes no centro da cidade.

De acordo com informações do 5º Pelotão da Polícia Militar, os militares foram acionados por volta de 11h, em uma residência na Praça Santa Rita, onde uma cuidadora de idosos, relatou que ouviu um barulho no portão e deparou com um homem pedindo dinheiro e que posteriormente o mesmo entrou na casa pela janela e furtou uma nota de R$ 50 que estava em sua bolsa e fugiu.

O outro furto foi registrado pouco tempo depois na Praça Afonso de Sá na Secretaria Municipal de Educação. Câmeras de segurança instaladas próximo ao órgão público flagrou o homem entrando em um ônibus escolar estacionado na referida praça, e na sequência ele entra na Secretaria, onde furta um celular marca Xiaomi Redimi 9 Note Pro, cor azul que estava em cima da mesa da sala de trabalho da vítima, e evadindo sentido Rua Severino Mendes. Clique aqui e veja o vídeo.

Diante das informações e com imagens do circuito de câmeras e características do autor, os militares iniciaram rastreamento e localizaram o autor na Rua Olímpio Clementino no bairro Santa Rita, o mesmo foi submetido a busca pessoal, não sendo encontrado o material furtado.

Os militares questionaram o indivíduo onde se encontrava o celular e o dinheiro furtado, o mesmo não quis informar. Ele foi preso e encaminhado para a Delegacia da Polícia Civil.

Na Delegacia, o delegado da Polícia Civil Dr. Vinicius Vol Vaz realizou todos os trâmites legais e autuou o investigado em flagrante delito pela prática do crime de furto simples em continuidade delitiva, com pena prevista de 1 a 4 anos de reclusão, com aumento se 1/6 a 2/3 a ser definido pelo Juiz.

O investigado foi encaminhado ao presídio Sebastião Satiro em Patos de Minas, onde se encontra à disposição do Poder Judiciário.

Vale ressaltar que o investigado possui extensa ficha criminal com diversas passagens por furtos e inclusive roubo, sendo conhecido pela prática de crime.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

POHoje - Todos os direitos reservados - Desenvolvido por KAMP