Golpista é preso ao tentar abrir conta com documentos falsos em agência bancária

Ele fugiu, mas foi contido pelo funcionário do banco até a chegada da PM.

Um homem de 55 anos, foi preso em flagrante ao tentar abrir conta em um banco público utilizando documentos falsos. O caso aconteceu nesta quinta-feira (24) no centro de Presidente Olegário.

Segundo informações do boletim de ocorrência, o homem entrou na agência do Banco do Brasil na Rua Felisberto Fonseca, centro, onde se identificou apresentando uma carteira de identidade, documento emitido pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) e um comprovante de endereço.

Ao examinar a documentação o funcionário da agência percebeu que a mesma era falsa, e entrou em contato com a vítima (verdadeiro titular do documento), que confirmou os dados pessoais, mas disse que no momento estava em uma cidade do Triangulo Mineiro. 

O homem percebeu que havia sido descoberta sua tentativa de golpe, tentou evadir, e disse que havia sido ameaçado de morte para deslocar até o banco para abrir a conta vindo ameaçar o atendente da agência. O golpista saiu correndo, sendo acompanhado pelo servidor que acionou a Polícia Militar, onde na Rua Antônio Camilo, centro, o autor foi contido pelo funcionário até a chegada dos militares.

No local, os militares constataram que o golpista na verdade tratava-se de G.R.C, 55 anos, natural de Aracruz/ES, sendo que o mesmo relatou que mora no Estado de Goiás, dizendo que uma quadrilha especializada em aplicar esse tipo de golpe, lhe ameaçou de morte para abrir a conta. O autor disse que não conhece os outros dois envolvidos que eles ficaram em um veículo o aguardando, mas ao ver ele sair correndo da agência, os mesmos evadiram tomando rumo ignorado.  

Diante dos fatos G.R.C, 55 anos, foi preso e encaminhado para a Delegacia da Polícia Civil de Plantão juntamente com o material apreendido. Ele teve a prisão em flagrante ratificada pela Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) por uso de documento falso e foi encaminhado para o presídio, onde está a disposição da Justiça.
Nota da Polícia Civil de Minas Gerais
A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) informa que, na tarde de ontem ( 24/8), em Presidente Olegário, por meio da Central Estadual de Plantão Digital, o suspeito, de 55 anos, teve ratificada a prisão em flagrante delito pelo crime tipificado no art. 304, uso de documento falso, do Código Penal, e encontra-se a disposição da justiça.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

POHoje - Todos os direitos reservados - Desenvolvido por KAMP