Festa da Produção será de portões abertos  

Evento será realizado de 12 a 15 de julho, em Presidente Olegário. Shows, rodeio e queima do alho está na programação.
Final do Rodeio em julho de 2017

Completando 36 anos de existência a Festa da Produção será de portões abertos. A população não pagará ingresso para participar do evento todos os dias.

A tradicional feira agropecuária acontece de 12 a 15 de julho, com festival de Pratos Típicos, rodeio, shows e a Queima do alho no Parque de Exposições Antônio Secundino de São José em Presidente Olegário.

A festa é organizada pelo Sindicato Rural, Prefeitura e Câmara Municipal de Presidente Olegário participação da equipe Edidany Barbosa. Em comum acordo sindicato e prefeitura optaram por realizar o evento de portões abertos para a população.

Vai subir no palco Jhenny Pacheco, Marcos Paulo e Marcelo  (filhos de Milionário e José Rico);  Léo & Raphael; Emílio & Eduardo e cantores locais.

Entre as novidades este ano tem a Boate Móvel entre os dias 13 e 15 de julho e  a Queima do alho que será realizada no domingo (15), com comida para os presentes e show com vários cantores de Presidente Olegário.

A abertura da 35ª Festa da Produção está marcada para o dia 12 de julho, quinta-feira, com a realização do Festival de Pratos Típicos.

Confira parte da agenda já definida.

Dia 8 de julho (domingo) – Cavalgada saída do Parque de Exposições – Organização Clube do Cavalo.

Dia 12 de julho (quinta-feira) РPot̵es abertos

20h – Festival de Pratos Típicos e show com Jhenny Pacheco

Dia 13 de julho (sexta-feira) РPort̵es abertos

8h às 17h – Feira de Touros Melhora PO

19h – Abertura Rodeio em Touros

22h – Show com Marcos Paulo e Marcelo

Dia 14 de julho (sábado) – Portões abertos

19h – Rodeio em Touros

22h – Show com Léo & Raphael

Dia 15 de julho ( domingo) РPort̵es abertos

11h às16h59min – Queima do alho (comida para os presentes) e show com artistas de Presidente Olegário e região.

17h – Final do Rodeio e após show com Emílio & Eduardo

20 respostas

  1. Cobra ingresso de R$ 60 de show a nível nacional reclama tipo eduardo costa ano passado num deu meia arena de gente abre os portões o povo reclama num faz o carnaval povo reclama faz o povo reclama.

    Esse povo é movido a gasolina so pode. afff

  2. É uma nova experiencia… portões abertos facilita as familias mais pobres onde poderá levar toda familia durante toda a festa. quanto aos show sendo de graça qualquer show é bem vindo!!!! o povo reclama de tudo isso é normal. somos brasileiros.kkkk

  3. esse arremedo de festa já está morto há muitos anos. POrque não enterra logo esse defunto? POvo gosta é de Andrequicé e acabou.

  4. É só não ir e pronto, realmente já poderiam ter enterrado esse “defunto”,acontece que se a prefeitura não faz nada o povo reclama,se faz alguma coisa reclama tbm,deveríamos ter uma população mais unida,insetivar mais a prefeitura que tenta nos proporciona uma festa melhor e de acesso a todos. Você deveria ter a mente mais aberta,imagina a oportunidade das famílias que realmente não tem dinheiro poder conhecer a festa, acontece que pessoas como você prefere sair gastar dinheiro em outros lugares ao abrir um pouco a mente e parabenizar a prefeitura e a equipe que tá fazendo esse gesto,se informa mais pra depois não vim pagar esse moço que você está pagando aqui meu caro!

  5. Pra quem só sabe criicar é só não ir e pronto, realmente já poderiam ter enterrado esse “defunto”,acontece que se a prefeitura não faz nada o povo reclama,se faz alguma coisa reclama tbm,deveríamos ter uma população mais unida,insetivar mais a prefeitura que tenta nos proporciona uma festa melhor e de acesso a todos.Você deveria ter a mente mais aberta,imagina a oportunidade das famílias que realmente não tem dinheiro poder conhecer a festa, acontece que pessoas como você prefere sair gastar dinheiro em outros lugares ao abrir um pouco a mente e parabenizar a prefeitura e a equipe que tá fazendo esse gesto,se informa mais pra depois não vim pagar esse mico que você está pagando aqui meu caro

  6. A cada ano que passa nossas festas regionais só pioram, essa é a verdade e não dá pra negar. Tudo bem organizar uma festa que seja atrativa aos menos favorecidos, mas este ano estão de sacanagem. A festa está uma vergonha!

  7. Amiga elenilde renato do face. O que vc escreveu tive que comentar aqui falou tudo.
    Gente, é sério todo esse alarde por causa da programação da Festa da Produção? Tudo isso é porque as entradas serão gratuitas,ou porque os cantores ainda não apareceram na Globo? Me lembro qd o Gusttavo Lima voltou aqui a primeira vez qd estava começando a fazer sucesso. Quase jogaram bosta nele pq não não era bom o suficiente pra nossa terra, mesmo sabendo que ele era filho dela. Ou talvez por isso mesmo, vai saber. Cézar Menotti e Fabiano tbm vieram no início patrocinados pelo Gilmar Campos se não me engano, e também não tiveram MT aceitação. É isso ainda aconteceu qd vieram João Bosco e Vinicius,Erick e Deilon, Nechivile no mesmo ano. Estavam começando a fazer sucesso, mas ainda não eram bons o bastante. Aí qd viram modinha, a galera começa a dar valor. Tá aí o próprio Gusttavo que só foi valorizado aqui, na sua terra, depois que o Brasil todo valorizou. E eu ainda acho engraçado que tem gente que humilhava ele qd tocava no Remelexo, ria do menino franzino e agora fik pagando pau p ele e acha que ele esqueceu. Acho que nós estamos precisando dar mais valor para as pessoas que estão começando. Respeitar os profissionais que vão vir, ou que são daqui. Se não gostou da programação é só não ir. A Fena acabou a poucos dias e quem foi viu uma grande leva de artistas famosos. Depois de uma Fena cara daquela e antes do Andrequicé que já tá aí, essa festa da produção de graça, tá é boa demais. E tomara que os filhos do milionário e Zé Rico lá sejam tão bons Qt os pais deles. #partiubebeumaecantaunsmodao.

  8. A Queima do Alho faz parte da história das festividades rurais no Brasil. Surgiu no centro-oeste do país, quando as comitivas de boiadeiros levavam o gado de Goiás e do Mato Grosso para São Paulo. No meio das viagens, enquanto paravam nos pontos de pouso para amansar os cavalos e se preparar para o dia seguinte, um cozinheiro fazia a comida para o resto da comitiva. Assim, as pessoas que chegavam para ver as montarias, ficavam para comer os pratos que eram feitos em fogão improvisado no chão. Ao longo dos anos, a Queima do Alho tornou-se parte das festas de rodeio pelo Brasil, levando o gosto da culinária típica do peão de boiadeiro para todo o público.

  9. Parabens a todos os organizadores da Festa da Produçao de Presidente Olegario, por mais essa conquista, a nossa populaçao merece, e um povo batalhador. Para quem esta criticando e so nao ir, os portaoes podem continuar fechados pra eles. e Boa Festa a todos.

  10. Tem um site ai, não esse, que tá anunciando ser a primeira festa de portões abertos, só pra esclarecer e lembrar que em 2005 já aconteceu isso, então nenhuma novidade.

  11. Quero a plaudir,festa de graça, se o país esta em crise,na cidade falta tudo, falta a té remédio para a população carente. E a prefeitura vai gastar dinheiro com festa? não da pra a creditar..

  12. Quero aplaudir,festa de graça,o país esta em crise,na cidade falta tudo, até remédio para as pessoas carentes. E PREFEITURA VAI GASTAR DINHEIRO COM FESTA?. A saúde do povo é mais importante, pelo menos eu penso assim..

  13. Bom de mais, é a primeira vez que não vou pagar para entrar, aí com esse dinheiro vou beber e comer lá no parque, e ainda no domingo vou comer um arroz carreteiro e um feijão tropeiro na queima do alho kkkk

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Leia Também

POHoje - Todos os direitos reservados - Desenvolvido por KAMP