Dengue: em menos de 4 meses, Presidente Olegário registra mais casos do que em todo ano passado, diz setor de Vigilância em Saúde

Carro Fumacê foi utilizado para eliminar o mosquito transmissor. 
Carro UBV - Fumacê - (foto: divulgação Ascom/PMPO
Carro UBV – Fumacê – (foto: divulgação Ascom/PMPO

O município de Presidente Olegário ultrapassou, em menos de 4 meses deste ano, o total de casos de dengue registrados em 2021. Os dados são da Secretaria Municipal de Saúde, através do setor de Vigilância em Saúde e foram divulgados nesta sexta-feira (29). 

De acordo com o levantamento, foram 391 casos prováveis de dengue entre 1 janeiro e 29 de abril de 2022, sendo 92 casos positivos, 50 suspeitos e 249 negativos. Em todo o ano passado, o número de registros positivos foi de 42. Pelos dados apresentados o município mais que dobrou os casos

A Secretaria Municipal de Saúde, através do setor de Vigilância em Saúde e Endemias, alerta para a importância da prevencão da doença e reforça a necessidade de evitar o acúmulo de água, vedar as caixas d´água, limpar as calhas e sempre verificar pneus e outros objetos que possam acumular água e servir de criadouros para os mosquitos Aedes Aegypti, que é transmissor da doença.

De acordo com a pasta, o carro UBV – Fumacê circulou o perímetro urbano e nas comunidades rurais buscando a eliminação do mosquito transmissor.  A borrifação da inseticida foi encerrada nesta quinta-feira (28). 

Cuidados contra o mosquito transmissor da dengue:

  • Mantenha o terreno de casa sempre limpo e livre de materiais ou entulhos que possam ser criadouros;
  • Tampe as caixas d’água;
  • Mantenha as calhas sempre limpas;
  • Deixe garrafas sempre viradas com a boca para baixo;
  • Mantenha lixeiras bem tampadas;
  • Deixe ralos limpos ;
  • Limpe semanalmente ou preencha pratos de vasos de plantas com areia;
  • Limpe com escova ou bucha os potes de água para animais;
  • Limpe todos os acessórios de decoração que ficam fora de casa e evite o acumulo de água em pneus e calhas sujas, por exemplo;
  • Retire água acumulada na área de serviço;
  • Coloque areia nos vasos de plantas, dentre outros.

Qualquer denuncia de criadouro pode ser feita no telefone 34 3811 01 41 Setor de Endemias.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Leia Também

POHoje - Todos os direitos reservados - Desenvolvido por KAMP