Confusão em som automotivo termina em triplo homicídio

Carro que as vítimas estavam (Foto: Toninho Cury).

Dois rapazes, de 18 e 25 anos, e uma jovem, de 20, foram assassinados no início da noite deste domingo (21) na MGC-354 em Patos de Minas, no Alto Paranaíba. Eles estavam em um Fiat Punto com mais três pessoas quando foram atingidos por uma série de disparos por indivíduos em um Renault SUV branco.

Um adolescente de 16 anos também foi atingido e levado para o hospital. Já uma jovem de 23 anos e a filha dela, um bebê de pouco mais de um ano, sobreviveram. Morreram no local Luiz Fernando Rodrigues Dias “Mascotinho”, 25 anos, Alisson Menezes da Silva, 18 anos e Maria Alice da Silva Vieira, 20 anos.

Segundo o delegado da Polícia Civil, Luiz Mauro Sampaio, os dois rapazes mortos tinham várias passagens por crimes e portavam um revólver calibre 38 no carro. A menina estava no veículo de carona.

Delegado Regional, Luiz Mauro (Foto: Reprodução Bom dia Minas)

Conforme a Polícia Civil, o grupo saiu de um evento de som automotivo em Presidente Olegário, cerca de 30 quilômetros de Patos de Minas, onde houve um princípio de confusão.

“Os atiradores emparelharam o veículo branco com o Fiat Punto e dispararam pela janela com o carro em movimento. O objetivo era matar todos”, contou o delegado.

Luiz Mauro disse ainda que a Polícia Civil já está atrás dos suspeitos e de pistas para desvendar o caso. “De início, duas pessoas foram presas em Presidente Olegário, mas ainda é o começo das investigações”, adiantou, sem dar mais detalhes.

Segundo o delegado a principio as duas pessoas presas pela Polícia Militar com armas e drogas não tem ligação com o crime.

Ainda segundo Luiz Mauro um jovem morto estava armado no parque de exposição em Presidente Olegário e a polícia investiga se os homicídios têm a ver com a briga no som automotivo ou não.

O delegado acrescentou que a moça de 20 anos, que foi morta, não tinha envolvimento no conflito. Ela teria pegado uma carona para sair da festa e seguir até Patos de Minas.

Já a outra jovem que sobreviveu, de 23 anos, é esposa do motorista, de 26 anos, que foi morto. Ela e a criança saíram sem ferimentos. O adolescente foi levado ao Hospital Regional com ferimentos na perna.

Fonte e colaboração: Paulo Barbosa G1 e Toninho Cury Sistema Clube.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *