Bazar de apoio a mulher de 34 anos com câncer oferta roupas a partir de R$ 2 na quadra do bairro Barro Preto

Jacqueline Christine da Silva

Será realizado no domingo (6), na quadra de esporte do bairro Barro Preto em Presidente Olegário, um bazar beneficente com o objetivo de arrecadar dinheiro para tratamento de Jacqueline Christine da Silva, de 34 anos, que luta contra um câncer.

O evento que é organizado pela família e amigos de Jacqueline, será realizado de 10h às 17h. Os preços de roupas e calçados variam entre R$ 2 e R$ 30, com opção de passar cartão de crédito e débito. A secretária Jacqueline Christine da Silva, de 34 anos, luta para conseguir uma medicação contra o câncer na rede pública de saúde, ela já faz tratamento no Hospital de Barretos – SP -.

Jacqueline Christine da Silva, casada mãe de uma menina de 11 meses, foi diagnosticada com um melanoma (um tipo de câncer de pele) e sem condições financeiras, ela recorreu a população através das redes sociais e a Justiça para pedir ajuda. Ela descobriu a doença em fevereiro deste ano, quando fez uma cirurgia devido a um tumor cerebral.

A quimioterapia não traz efeitos positivos e ela necessita de tomar uma medicação chamada Nibolumab de 14 em 14 dias, sendo que cada uma custa cerca de R$ 16,4 mil, perfazendo um valor de cerca de R$ 33 mil, porém não é fornecida pelo Sistema Único de Saúde – SUS -.

PUBLICIDADE

Sem plano de saúde e condições financeiras para comprar o medicação, Jacqueline e a família pede a população ajuda para adquirir as medicações. Já foi feito almoço, bingo, rifa beneficente para ajudar no tratamento além de doação de renda por times de Presidente Olegário no Campeonato Regional, agora será realizado o bazar.

O advogado Dr. Dalci Maciel conseguiu uma liminar na Justiça de Presidente Olegário para compra do medicamento, mas o Governo de Minas não cumpriu a decisão. O advogado entrou com uma nova petição  em junho, pedindo o bloqueio nas contas do Governo de Minas Gerais, até a publicação da reportagem o juiz não tinha manifestado no caso.  O Pohoje fez contato com assessoria do Governo de Minas que deu respostas sobre o não cumprimento da decisão judicial.

Caso você tenha interesse de contribuir financeiramente para a recuperação de Jacqueline, também pode depositar qualquer valor  na conta corrente da Caixa Econômica Federal conta 31609-2,  operação 001, agencia 0142, CPF – 078.987.936-09 de André Luiz de Melo (esposo) ou na conta do Banco do Brasil 23.873-2 agência 1333 -1 CPF. 080.101.776-95. Mais informações no telefone 34 9 9151 4573.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *