25 de abril de 2018 - Por Juarez Martins

Acusados por tentativa de homicídio são absolvidos em júri

Caso aconteceu há 8 anos em Presidente Olegário.

Julgamento dos acusados absolvidos

Em júri realizado nesta quarta-feira (25), na Comarca de Presidente Olegário, o Conselho de Sentença absolveu Heli César Pereira, Márcio Junio Brant e Gedeon Batista Silva por tentativa de homicidio qualificado ocorrida

O pedido foi feito de absolvição dos três acusados foi feito pelo Ministério Público, através da promotora, Dra. Vanessa Dossualdo de Freitas e dos advogados de defesa Dr. Brian Epstein Campos e Dr. Mauro Araújo Júnior.

O crime aconteceu no 11 de abril de 2010, na Avenida Eli Pinheiro na entrada de Presidente Olegário. Quando os acusados efetuaram disparos de arma de fogo contra as vítimas Jeisson Roberto Fernandes Fonseca e Danilo Gonçalves de Oliveira não sendo alvejados por nenhum disparo.

Durante o julgamento presidido pelo juiz, Dr. Manoel Carlos de Gouveia Soares Neto  com presença de 7 jurados foi descartada a participação de Heli César Pereira na tentativa de homicídio qualificado. O Ministério Público e defesa desqualificou a tentativa de homicídio para disparos de arma de fogo efetuados pelos acusados  Márcio e Gedeon.

Márcio Junio Brant e Gedeon Batista Silva foram absolvidos da tentativa de homicídio e condenados a 2 anos de reclusão em regime aberto, sendo a pena convertida a prestação de serviços a entidades filantrópicas da cidade.

Na segunda-feira, 30, o Tribunal do Júri vai reunir para o julgamento do acusado João Jeremias Trindade “João Boca de Égua. João Jeremias da Trindade “João Boca de Égua”, 57 anos. foi indiciado por homicídio qualificado pela morte do aposentado Antônio Xavier da Cunha “Tõe Salvador” de 70 anos. Ele foi  morto na tarde de terça-feira do dia 29 de setembro de 2015, no bairro Barro Preto em um bar na rodoviária.

Deixe o seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *