Acusados de mandar matar Marquinhos Queiroz em Lagoa Grande serão julgados amanhã

Foto: Arquivo. Dupla é acusada de mantar matar Marquinhos Queiroz
Foto: Arquivo. Dupla é acusada de mantar matar Marquinhos Queiroz

O Tribunal do Júri da Comarca de Presidente Olegário, realiza amanhã quinta-feira (18), às 9h00 , o julgamento dos dois acusados de mandar o empresário e produtor rural Marcos Queiroz Caixeta “Marquinhos Queiroz”.

O crime aconteceu no dia 24 de junho, na cidade de Lagoa Grande, noroeste do Estado. Marquinhos Queiroz foi morto a tiros.  O autor dos disparos ainda atingiu Raimundo Galvão que sobreviveu.

A Polícia Civil de Presidente Olegário elucidou o assassinato pouco tempo depois do ocorrido. Três pessoas foram presas, entre elas um adolescente de 17 anos.

Consta nos autos que Salvador Basílio de Brito “Badó” 34 anos e Mateus Gomes Mundim Araújo 31 anos, são suspeitos de serem os mandantes do crime. O autor da execução seria o adolescente.

--- Continua depois da publicidade ---

Os acusados contrataram o menor em João Pinheiro para matar a vítima por conta de desentendimentos relativos à dívidas e ao suposto envolvimento amoroso da vítima com a esposa de um dos autores. Os mandantes do assassinato pagaria a quantia de R$ 3 mil em dinheiro e uma moto pela execução de Marquinhos Queiroz.

Na acusação vai atuar o promotor Dr. Luiz Felipe Leitão e o advogado Dr. Abelardo Medeiros Mota. Já na defesa dos acusados atuam quatro advogados Dr. Dalci Ferreira de Paula, Dr. Joaquim Alves da Rocha Junior e Dr. Gustavo Virgílio Rocha Pereira e Dra. Eva Maria Silva Santos. O júri será presidido pela juíza da Comarca Dra. Grazziela Maria de Queiroz Franco Peixoto.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cofe